Glossário dos jogadores


Estava conversando com um colega esses dias, e falando sobre jogos percebi que ele não era muito familiarizado com os termos e palavras que os jogadores mais hardcore costumam usar. Por isso fique ligado no que cada coisa significa:
  

- Gameplay: é a jogabilidade, como se comportam os controles, se eles respondem bem.

- Cut-scene: são aquelas cenas dos jogos em que o controle é retirado do jogador e ficamos apenas assistindo a história que se desenvolve por tal cena.

- CGI (ou CG): Computer Generated Imagery são aquelas cenas não interativas, que geralmente são de história. São aqueles ‘filminhos’ que passam durante a jogatina. Hoje em dia quase não se usa mais.

- DLC: na verdade se chama Downloadable Content, e é um recurso que foi criado para adicionar conteúdo para um jogo por download. Foi criado com intuito de prolongar a vida útil dos jogos. Hoje em dia temos DLC de tudo – de história, de armas, de roupas, de personagens, tem até DLC com cheats pro jogo – mas as empresas não usam esse recurso como deveriam.

- Franquia: usa-se para se referir a uma série de jogos.

- Reboot: reboot é quando uma franquia é reiniciada, e lançam um jogo como se ele fosse o primeiro e esquece-se os antigos. Exemplos recentes são os ótimos DmC: Devil May Cry e o Tomb Raider. Esse termo é muito usado também no cinema, onde já tivemos reboot dos filmes do Batman, ou do Homem-Aranha por exemplo.

- Remake: outro termo bastante usado no cinema, um remake se trata de um jogo antigo refeito com gráficos e mecânicas novas, mas sem mexer no gameplay ou alterar a essência do jogo. É basicamente uma atualizada nos gráficos. Mas as vezes mexem muito no jogo e acabam estragando, como por exemplo o Metal Gear Solid: The Twin Snakes, onde mexeram no gameplay, nas músicas, nas cut-scenes, na dublagem...

- Demake: é uma versão de um jogo para uma plataforma inferior, que não possui o hardware necessário para rodar o jogo original. Como exemplo temos o Dead Rising: Shop Til You Drop para Nintendo Wii e o demake do Silent Hill 2.

- Port: é quando você pega um jogo e simplesmente lança ele para outra plataforma, sem mexer no jogo original. Por exemplo o primeiro Mass Effect que era exclusivo da Microsoft e depois foi portado para Playstation 3.

-Remasterização em HD: é basicamente um port, só que remasterizado para tvs de alta definição. As vezes, as empresas adicionam algo a mais no jogo. O primeiro jogo a ganhar uma remasterização em HD foi a coletânea do God of War, e fez muito sucesso, alavancando outras remasterizações.

- Demo: demonstration ou demonstração, uma pequena parte do jogo para se ter uma ideia de como será o produto final. Hoje em dia muitos títulos tem demos distribuídas pelas lojas digitais.

- Retail: a palavra Retail em si representa "Venda a varejo" ou em uma linguagem executiva seria o elo final da venda (do fabricante ou distribuidor até o consumidor final). Pode usar também para diferenciar a mídia física das mídias digitais.

- Mídia digital: estamos na era digital, onde tudo é vendido de forma digital, sejam músicas, filmes ou games.

- TPS (Third Person Shooter): Jogo de tiro em terceira pessoa, por exemplo como os jogos da série Uncharted ou Gears of War.

- FPS (First Person Shooter): Jogo de tiro em primeira pessoa, por exemplo os jogos da série BioShock ou Portal.

- RTS (Real Time Strategy): Jogo de estratégia em tempo real, onde tudo acontece simultaneamente e sem pausa.

- Sandbox: Jogos não lineares, em que o jogador tem total liberdade no mundo do jogo e pode prosseguir com a história na hora que desejar. A Rockstar com seu GTA popularizou o gênero.

- Cliffhanger: na tradução literal para a língua portuguesa “à beira do precipício”, ou “à beira do abismo”, é um recurso de roteiro utilizado em ficção, que se caracteriza pela exposição do personagem a uma situação limite, precária, tal como um dilema ou o confronto com uma revelação surpreendente. Geralmente, o cliffhanger é utilizado para prender a atenção da audiência e, em casos de séries ou seriados, fazê-la retornar ao filme, na expectativa de testemunhar a conclusão dos acontecimentos.

- QTE (Quick Time Event): é um método utilizado em jogos de vídeo. Ele permite o controle limitado do personagem durante as cutscene do jogo, e geralmente o jogador deve seguir instruções na tela de pressionar botões ou executar outras ações (como a agitar do controle). No caso de falha de um destes comandos, a cena é levada a um rumo diferente, muitas vezes à morte do personagem.

- PSN: Playstation Network, a rede online da Sony. Agora é conhecida como SEN – Sony Entertainment Network.

- Live: a rede online da Microsoft.

- Steam: loja digital extremamente popular criada pela Valve.

- fps (Frames per Second): os frames por segundo, quanto mais, mais fluido e natural o jogo parece. Os padrões são de 30fps e 60fps.


- Localizar: localizar um jogo significa não apenas traduzir ele, mas também adaptar gírias e termos para nossa língua, a fim de uma maior compreensão.

CONTATO:

theplayerhood@gmail.com
© Copyright 2015 Playerhood. Designed by Bloggertheme9 | Distributed By Gooyaabi Templates.